Peixes

Ao longo deste roteiro, é possível notar diferentes formas de preparo, mas a matéria-prima  é a mesma e, em muitos casos, a origem também. A região do litoral cearense, onde estão inseridos os municípios de Cruz, Jijoca de Jericoacoara, Camocim, Barroquinha e Chaval possui uma atividade pesqueira intensa.  No município de Barroquinha, mais precisamente na praia de Bitupitá encontram-se diversos currais, onde são capturados peixes e trazidos em canoas para a costa, onde é realizada a comercialização.

Arenque, Arraia, Bagre, Cação, Camurim, Camurupim, Cavala, Coró, Galo do alto, Pargo, Pescada, Pilombeta, Robalo e Serra,  são os peixes mais consumidos ao longo da Rota.

 

Forma de consumo na região:

MARANHÃO

Arenque na brasa

Arraia salgada com leite de coco e pirão

Cará frito com vinho de buriti

Caranguejada

Carpaccio de filé de camurupim

Chibéu (vinagrete acrescentado de farinha d’água, e pimenta a gosto) – preferencialmente consumido com camarão e peixe seco.

Cozidão de Xirimitó do Camurim ou Pirapema

Farofa de fígado de cação

Filé de camurupim com molho de maracujá

Filé de peixe ao molho de maracujá, de manga e de camarão;

Moqueca de arenque (sardinha) com pirão escaldado

Moqueca de arraia “quati”

Moqueca de cação cozida na folha de amêndoa, xixá ou bananeira

Moqueca de piaba

Ova de camurupim

Ova de peixe feito à moqueca na palha da bananeira

Peixada maranhense

Peixe escabeche feito com farinha frita

Peixe grelhado na brasa

Peixe seco ou fresco cozido com vinho de coco seco e caju azedo – pode ser feito com abóbora.

Pilombeta frita com baião de dois

Torta de peixe

 

PIAUÍ

Cação e Traíra ao leite de coco

Caldo, bolinho de peixe, torta, empanado, ensopado

Manjuba seca

 

Peixada com caju azedo

Peixe ao molho de camarão

Peixe assado na brasa

Peixe na água grande (variação do peixe cozido)

Peixe salgado (feito com tainha, sauna, bagre, sambuda, traíra, pescadinha)